05 julho 2015

Resenha: A Promessa do Tigre



Sinopse: Medo. Esperança. Dúvidas. Antes da maldição, uma promessa. Mais de 300 anos antes de Kelsey Hayes surgir na vida de Ren e Kishan, uma jovem cruzou o caminho dos príncipes. Seu amor por um deles mudou o curso da história e o destino da família Rajaram. Criada longe dos olhos da corte, isolada do convívio no castelo, Yesubai luta para suportar os maus-tratos do pai e manter em segredo suas habilidades mágicas. Lokesh é um poderoso e cruel feiticeiro que foi capaz de assassinar a própria esposa porque ela lhe deu uma filha em vez de um filho. Ao completar 16 anos, Yesubai é surpreendida por um anúncio do rei. Procurando fortalecer suas relações diplomáticas, o nobre acredita que um casamento entre a filha de Lokesh, comandante de seu exército, e um pretendente de algum dos reinos vizinhos será uma boa estratégia para diminuir os conflitos na região. A jovem recebe a notícia com alegria. Pela primeira vez ela enxerga um fio de esperança, a perspectiva de escapar do controle do pai e de levar uma vida fora do confinamento de seus aposentos. Mas esses não são os planos do feiticeiro. Ele vê no iminente casamento de Yesubai uma oportunidade de conseguir ainda mais poder e não poupará esforços para atingir seus objetivos sombrios. 'A promessa do tigre' conta a origem da história dos príncipes Ren e Kishan e os acontecimentos que levaram às aventuras da aclamada série 'A maldição do tigre'.

Impressões: Apesar de ser apenas um conto, é um livro apaixonante, que te envolve e não deixa que pare de ler por nenhum segundo, por querer saber a história da jovem Yesubai. Para os que ja leram a Saga do Tigre, ja sabem qual o fim que Yesubai vai ter, mas é impossível não se apegar e não torcer pela garota. Yesubai, apesar de não ser amada pelo pai e por sofrer muito em sua mãos é uma menina muito amável, além de ser muito inteligente. Criada por sua ama ela a considera como uma mãe e faz de tudo para protege-la. Isha é a ama de Yesubai que a criou desde que era um bebê, ama muito Yesubai e a trata como uma filha, creio que graças a Isha, Yesubai saiba o que é o amor. Lokesh o detestável pai de Yesubai, tudo o que quer saber é de ter poder custe o que custar, mesmo que custe a felicidade e o bem estar da filha. Kishan é um príncipe, filho mais novo da família Rajaram, ele se apaixona por Yesubai e é capaz de fazer o que for preciso para que ele e Yesubai possam ficar juntos. Dihren (Ren) é príncipe e filho mais velho da família Rajaram, a quem Yesubai é prometida, porém apesar de nutrir sentimentos por Yesubai, esta só tem olhos para Kishan.
Este livro é um pequeno conto, mas acabou se tornando um dos meus favoritos da saga, e talvez eu possa me arriscar a dizer que ele é o meu favorito. É uma história encantadora e não deixa nada a desejar, ela vem também para de certa forma matar a curiosidade dos fãs que tinham em saber como foi a relação dos príncipes com Yesubai que acabou causando a rivalidade entre os irmãos e também veio para esclarecer muitas coisas.
A arte da capa é muito bonita e simbólica com a flor de lótus e parte do rosto de Yesubai. A flor de lótus tem toda uma história na saga e vem na capa deste livro para representar a força de Yesubai que em meio as tormentas de sua vida conseguiu permanecer forte e não perder a sua essência. A edição do livro também esta muito boa, seguindo o padrão dos outros livros da saga.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário