13 maio 2016

Resenha: Os Guardiões da Luz, O Despertar - Maria Luiza Xavier


Título: Os Guardiões da Luz - O Despertar
Autora: Maria Luiza Xavier
Editora: Chiado Editora
Número de Páginas: 234
Ano de Lançamento: 2016
Livro cedido em parceria com a editora.

Sinopse:
"O sonho começou como todas as outras vezes.
Uma garota de altura mediana, com cabelos cacheados e usando um pijama dos Ursinhos Carinhosos estava parada na frente de um grande castelo...De dentro do castelo vinham sons estranhos que ela não conseguia distinguir e da floresta atrás dela era possível ouvir corujas piando e gravetos secos se quebrando, avisando que alguma coisa estava vindo da floresta atrás dela."

Um sonho.
Para Bianca, isso foi o suficiente para mudar sua vida para sempre. Mostrando coisas que ela nunca imaginou que pudessem existir. Um mundo completamento novo, ao qual até pouco tempo, ela não tinha ideia de que fazia parte.
Critíca:

Neste livro conhecemos Bianca Auditore quando ela está tendo um sonho em que é perseguida por um enorme Minotauro e quando ela acorda, está machucada e suja, como se tudo tivesse acontecido de verdade. Então seu pai e a governanta da casa, Emma, decidem que Bianca precisa ir passar um tempo no Castelo dos Auditore em Downtown para que ela treine seus dons. A princípio Bianca fica boiando um pouco, mas quando seu primeiro poder se manifesta, ela percebe que a coisa é séria e decide ir. Seus melhores amigos Emilly e Lionel também vão pelo mesmo motivo.

Ao chegar lá é recebida por Jake Jackson e descobre que seu amigo Tom Cooper, é o responsável pelo Castelo e treinamento dos jovens Guardiões da Luz. Tom havia ido para Nova Iorque justamente para ficar de olho em Bianca e vê-lo no Castelo a deixou surpresa e feliz. A partir daí ela é seus amigos começarão o treinamento, sendo treinados por Tom, Jake e Serena (irmã de Jake). Mas os sonhos de Bianca não param e todos sabem que Milady está atrás de Bianca e quer algo dela. E o mistério todo é o que essa coisa é, e porque ela precisa tanto de Bianca.

O livro é de leitura fácil, rápida e fluida, não tive nenhuma dificuldade em lê-lo e foi uma leitura gostosa. Entretanto, achei que a estória tem algumas coisas pouco coerentes... Entre elas o fato de a estória se passar nos EUA e Bianca tomar Guaraná. Eu sei que até mesmo lá nos EUA podemos achar o nosso amado Guaraná, mas apenas em lojas de produtos brasileiros e morando em uma cidade de interior fico imaginando o trabalho que Jake não teria para consegui-lo. Achei também que existem vários nomes brasileiros, Bianca até passa pois sei que existem meninas americanas chamadas Bianca, mas vi na estória Alexandra, Isadora e Bernardo. Achei um pouco "manjado" também o fato de ter 6 adolescentes (3 de cada sexo) e todos eles ficarem juntos, mas isso foi explicado que é devido ao fato de ser assim que os Guardiões da Luz acham seus parceiros. E ainda tinha neve por lá e estava rolando jogo de futebol americano e esse esporte não acontece durante inverno.

Apesar dessas coisas que não achei que ficaram muito legais e que acho que foram uma falta de pesquisar um pouco mais da autora, achei a estória bem criativa com criaturas mágicas que tanto conhecemos dos livros de fantasia. E para completar temos Guardiões da Luz cada um com um dom especial diferente, para proteger a humanidade. E temos uma trama com vários segredos (que eu descobri antes do final). A autora foi bem criativa ao final com a revelação do mistério e do que Milady queria tanto com Bianca, eu já esperava quem era Milady, mas não sabia de forma alguma o que é que ela queria e fui surpreendida neste quesito.

A ilustração da capa é muito bonita e eu gostei bastante. A diagramação está muito boa, com letras grandes que facilitam a leitura e folha amarelada. Infelizmente encontrei vários erros de revisão como letras faltando em palavras, m em lugar de n e palavras erradas. O material do livro está em excelente qualidade, como sempre é de se esperar da Chiado Editora.


-Vocês parecem estar levando tudo isso muito bem - falei depois de algum tempo.
-É claro que estamos levando tudo bem... Quer dizer, à anos que coisas estranhas acontecem sempre que estamos juntos - disse Emilly.
-Em especial quando você está conosco Bianca - observou Lionel e eu fiz cara feia, mas o garoto apenas riu. - Pág. 51
-Por que está incomodada com isso? Acho que você nunca escutou esse ditado Bianca, mas o que é bonito é para ser olhado. - disse ele simplesmente dando de ombros e cruzando os braços, tentei não fazer uma careta com esse comentário e ignorar essa última parte. - Pág. 147

Nota:
Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Acho legal quando um enredo apresenta cenas em sonho que representam algo forte na realidade ou que de fato aconteceram. Não conhecia esse livro, mas já me interessei e achei a capa linda. Estou de olho em vários títulos da Chiado, por sinal. Gostei dos quotes.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola!! :)

    Tal como tu, achei a historia incoerente quando li o livro, perto da pascoa.. :)

    Bem, eu acho que, para alem disso, nao foi criativo ou imprevisivel e outro ponto foi o da superficialidade.. Nao achaste? Ate quando o pai morreu (SPOILER) nao foram demonstrados sentimentos...

    E os erros qje referiste bem como ausencia de certas palavras foi muito mau tambem...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Pamella, tudo bem?

    Gostei bastante da sua resenha bem minuciosa, e seu olhar atento aos detalhes que as vezes passam despercebido, mas que realmente, faz todo o sentindo... mesmo que não atrapalhe no andar da história. Realmente esses nomes mais brasileiros em livros que se passam fora ficam meio estranhos, eu já acho estranho os autores nacionais ambientarem seus livros em outro país, mas tudo bem.

    Parece ser um livro interessante, principalmente por toda a fantasia, mas no momento não leria.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Gostei bastante da sua resenha e dos pontos que você abordou nela.Principalmente as questões relacionadas à cultura dos EUA. Achei muito perspicaz.

    Sobre o livro: bem, eu achei muito interessante mesmo, adoro qualquer tipo de fantasia e, logo, essa me chamou atenção.

    Espero ter a oportunidade de ler esse livro, com certeza será um momento muito prazeroso pra mim.

    Obrigada pela dica.

    Parabéns pelo trabalho.
    Ingrid Cristina
    plataformatresquartos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, achei a premissa interessante e até leria o livro, porém, como você mesmo disse, existe muitos erros e isso me incomoda muito num livro, pois acho que o livro tem que ter uma certa coerencia, e quando não tem, acho uma falta de respeito com os leitores, por isso, não sei se leria, não gosto de falhas gritantes como essas que você expôs.
    bjus

    ResponderExcluir
  6. A premissa da obra parece boa, pena esses "erros" que se devem a falta de pesquisa por parte da autora, pois às vezes um pequeno detalhe pode estragar completamente uma obra que teria tudo para ser boa. Alguns autores se iludem pensando que os leitores não perceberão os detalhes, mas se enganam, pois a maioria percebe e fica incomodada com isso. Gostei da resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  7. Oi, a capa é lindinha, adoraria fazer a leitura, pelo que você falou que por se passar nos EUA, os nomes ser bem brasileiros, também achei meio estranho, rsrs mas a história em si tem jeito de ser super bacana e misteriosa.

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Pamella.
    Interessante como uma falta de pesquisa pode "matar" uma boa história não é?
    Sou do time que não gosta de livro nacional ambientado fora do país. E claro que algumas tramas convencem pelo autor ter experiência com o local, mas quase sempre isso não é bem feito.
    Uma pena visto que a trama parece interessante.
    Gostei da análise crítica.
    Bjs
    Luana
    http:// blogmundodetinta.blogspot. com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Pamella.
    Interessante como uma falta de pesquisa pode "matar" uma boa história não é?
    Sou do time que não gosta de livro nacional ambientado fora do país. E claro que algumas tramas convencem pelo autor ter experiência com o local, mas quase sempre isso não é bem feito.
    Uma pena visto que a trama parece interessante.
    Gostei da análise crítica.
    Bjs
    Luana
    http:// blogmundodetinta.blogspot. com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Acho que é a primeira vez que leio sobre esse livro! Os Guardiões da Luz me pareceu interessante, porém não é uma trama muito atrativa para mim! Gosto de fantasia, mas não consegui "captar" nenhum ponto realmente instigante, sabe? Não irei descartar a possibilidade de vir a realizar a leitura um dia, mas no momento irei passar a dica. E fiquei encucada com os mesmos pontos que te incomodaram!!
    Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oii,

    Tenho que concordar com vicie: a capa é bem bonita. E o mais engraçado é que tem muita gente reclamando sobre a falta de revisão dos livros da Chiado. Mas fora isso, achei a história bem interessante viu. Fiquei curiosa para lê-lo.

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Amo livros com sonhos que possuem um fundo (ou total) de realidade. A capa está lindaaa, e a história parece ser bem interessante. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir