02 junho 2016

Momento Popcorn: Divertida Mente


Título: Divertida Mente
Ano de Lançamento: 2015
Nacionalidade: EUA

Sinopse:
Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle - e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente.

Curiosidades:

Os roteiristas consideraram até 27 emoções diferentes, mas decidiram por cinco (Alegria, Tristeza, Nojinho, Medo e Raiva) para tornar o filme menos complicado. Algumas das principais emoções que acabaram sendo cortadas, incluiam Surpresa, Orgulho e Confiança.

Segundo o diretor Pete Docter, cada emoção é baseada em uma feição: Alegria em uma estrela, Tristeza é uma lágrima, Raiva é um tijolo, Medo é um nervo exposto e Nojinho é um brócolis. Ele observou que gosta bastante de brócolis.

A inspiração de Pete Docter para este filme, veio de acompanhar sua própria filha passar pela dinâmica fase do crescimento.


Pete Docter disse que Divertida Mente foi "um dos mais desafiadores que eu já tive que associar", pois é preciso dizer o que está acontecendo com a menina e o que está acontecendo em sua mente ao mesmo tempo.

Algumas das 'bolas' de memória na mente de Riley contém cenas de outros filmes da Pixar, como o casamento de Carl e Ellie em Up - Altas Aventuras.

Crítica:



Divertida Mente se trata de uma animação da Disney e Pixar que retrata o que se passa na cabeça das pessoas. O filme começa com o nascimento de Riley e com isso o nascimentos de seus sentimentos, começando com a Alegria, e logo depois vão nascendo todos os outros sentimentos... Tristeza, Nojinho, Medo e Raiva. E dependendo de quem está no comando Riley vai criando memórias dependendo de cada sentimento, e cada um essencial para ela.

Riley vai crescendo e a medida que cresce, ela vai criando memórias base que são as responsáveis pela criação do caráter dela e personalidade. Tudo ia muito bem, até que Riley e os pais se mudam para São Francisco e muitas coisas começam a acontecer. Os sentimentos excluem a Tristeza e tentam a deixar o mais longe possível dos controles de comando e das memórias de Riley. Com essa mudança, um acidente acontece e Alegria e Tristeza acabam sendo sugadas para bem longe da sala de comando, juntamente com todas as memórias base. Isso faz com Riley conte apenas com o Medo, Nojinho e Raiva para controlar seus sentimentos, e digamos que eles não são especialistas em se comportarem como a Alegria, o que vai ocasionar em uma Riley apática e sem muitas emoções. Enquanto isso Alegria e Tristeza vão fazer de tudo para voltar para a sala de comando junto com as memórias base de Riley, antes que seja tarde demais.


O que dizer desse filme que eu estava doida para ver? É um amorzinho! Foi totalmente criativo da parte da Disney/Pixar criar um filme assim demonstrando o que se passa na mente humana. O mais legal é que apesar de o foco principal ser a mente de Riley, podemos ver um pouco do que passa na mente de outros personagens e é muito divertido. Acredita que eles tem um estúdio de produção de sonhos? Muito criativo! Achei bem legal também como retrataram a Tristeza sendo excluída, afinal... Quem precisa da tristeza né? Mas no fim das contas descobrem que a Tristeza assim como todos os outros sentimentos são necessários, aliás eles se completam, a Alegria não é capaz de agir sozinha sem a ajuda dos outros sentimentos.

Disney está cada vez mais se superando, a arte do filmes está perfeita, gente o que é a Riley bebê??? Aquilo lá foi muito realista e totalmente adorável! Também achei o roteiro incrível, amei como foi a conclusão e como sempre tem uma lição para nos passar. Recomendo demais esse filme para quem quer dar boas risadas, morrer de fofurice e se apaixonar por mais uma animação.


Nota:

Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Olá!
    Acredita que nunca vi esse filme? huahua Pelo visto foi um sucesso mas ainda não tive a oportunidade de assisti-lo. Me parece um filme bastante fofinho. Todas as animações da Disney e Pixar são assim <3 E é até difícil não gostar, não importa quantos anos você tenha.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi Pam, tudo bem?
    Eu sou a doida das animações, hahah, mas ainda não vi esse filme :P
    Já tinha vontade, mas não tinha me rendido ainda. Agora depois desses comentários todos, vou conferir. Realmente a ideia da animação é super legal e diferente :)
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Pamella adoro animações e sempre assisto e muitas vezes mais de uma vez :)
    Divertidamente é ótimo, bom para adultos e para os pequenos.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oiii Pamella,tudo bem?
    Sou completamente apaixonada por esse filme menina, vou te contar uma coisa hauahuahauaua eu assisti umas 6 vezes de verdade, e sei a maioria das falas da Alegria decorada, vicio <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Nossa... já perdi as contas de quantas vezes já assisti esse desenho... sozinha e com minha filha (3 anos). Sou apaixonada por desenhos... este em especial. Adorei como retrataram o desenvolvimento psíquico infantil de forma tão lúdica, mostrando a importância não apenas de cada sentimento como também de expressá-los!
    Parabéns pelo post.
    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Já assisti Divertida Mente e achei extremamente divertido. Uma forma lúdica para explicar o que se passa dentro de nossas cabeças! Amo as animações da Pixar e Disney. Gostei da sua publicação clara e organizada. Parabéns!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Nunca assisti Divertida Mente, mas agora com o seu post fiquei super curiosa. Espero em breve embarcar nessa aventura.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Eu ainda não tive a oportunidade de assistir esse filme e MEGA PRECISO. O filme tem uma trama mega interessante. Adoro o fato dele abordar o que se passa na cabeça do ser humano (das crianças principalmente) e como surge os sentimentos, achei isso mega legal, principalmente pelo fato deu ter acabado de ter meu baby ♥ Eu amei sua critica e fiquei ainda mais animada para assistir.

    ResponderExcluir
  9. Ainnn... adorooo esse filme!!!!
    Passa uma lição muito importante. É um filme que recomendo para todas as idades.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse filme é encantador em todos os sentidos... desde a própria história, como a forma que eles fizeram para representar as emoções e os mecanismos de funcionamento deles no cérebro... fora que é super fofo ficar torcendo pra Tristeza fazer alguma coisa hahahahahahahah
    vi com meu marido tem uns meses, e já penso em rever qualquer dia desses...

    p.s: brócolis é legal, pow :P kkkkkkkkkkk
    bjs, Pam...

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    Tô há meses pra ver esse filme, por causa da Tristeza. Sinto que tenho muito dela em mim e que poderíamos ser melhores amigas. Li muitas críticas especializadas e isso só fez com que eu quisesse mais e mais conferir. Gostei de saber essas coisas sobre as emoções (não tinha me dado conta que a Raiva era um tijolo e o Medo, um nervo exposto!). Tenho certeza de que é mesmo um filme muito amorzinho e que ensina muitas lições. Tô amando essas novas aminações, pois são sempre tão profundas e com menos caras de infantis <3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Menina, me diz o que foi esse nome que inventaram q=de colocar nessa animação aqui no Brasil...divertido? Eu mais chorei que ri, kkkk
    E aquela tristeza, tava mais pra depressão, kkkk
    Mesmo assim, eu adorei! <3

    ResponderExcluir
  13. Acredita até hoje que não vi esse filme? Sim, estou atrasada haha Mas pelo que você falou a animação é um amorzinho <3 ainda espero ver algum dia haha
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir