03 janeiro 2017

Momento Popcorn: Águas Rasas


Título: Águas Rasas
Ano de Lançamento: 2016
Nacionalidade: EUA
Elenco Principal: Blake Lively, Sedona Legge, Óscar Jaenada e Brett Cullen.
Sinopse:
Nancy (Blake Lively) é uma jovem médica que está tendo de lidar com a recente perda da mãe. Seguindo uma dica sua, ela vai surfar em uma paradisíaca praia isolada, onde acaba sendo atacada por um enorme tubarão. Desesperada e ferida, ela consegue se proteger temporariamente em um recife de corais, mas precisa encontrar logo uma maneira de sair da água.
Numa boa sem saber o aperto que ia passar.
Curiosidades:

Demorou-se para produzir o tubarão e foi preciso grande ajuda do departamento de arte do filme. O diretor diz que se trata de uma fêmea, pois elas são maiores. Esse tubarão era gigante.

No filme, o lugar onde Nancy (Blake Lively) passa suas férias é localizado no México. Porém na versão mexicana eles colocaram que se passa no Brasil e os nativos do local falam português brasileiro.

As filmagens ocorreram na Austrália e em uma grande piscina construída nos estúdios.

Mesmo antes do filme ser produzido, seu roteiro foi eleito um dos melhores do ano de 2014.


Crítica:

Em Águas Rasas (The Shallows) somos apresentados a uma jovem surfista, Nancy (Blake Lively), que vai para o México em busca de uma praia secreta onde sua mãe foi quando estava grávida dela. Ela era estudante de medicina, mas ao que parece largou os estudos. A mãe dela já faleceu e agora só lhe resta o pai (Brett Cullen) e a irmãzinha Chloe (Sedona Legge) a quem ama muito. O pai insiste que ela volte para casa e continue os estudos, mas parece que após a morte da mãe isto é impossível para ela.

Nesta praia secreta que não é mencionado o nome, ela conhece dois surfistas e pega algumas ondas com eles. Um deles esta sempre com um capacete que contém uma câmera e filma tudo. Após pegar várias ondas, os surfistas resolvem ir embora. Nancy decide que vai pegar apenas mais uma onda e vai embora, mas nesse meio tempo algo inesperado acontece... Ela encontra uma baleia morta com vários ferimentos que só poderiam ser causados por um tubarão. E é então que acontece o ataque e acaba tendo sua perna ferida. Ela nada desesperadamente e sobe na carcaça da baleia morta, de lá vê os colegas surfistas na praia indo embora, grita por ajuda, mas eles não escutam e se vão. 

Vendo os amiguinhos que acabou de fazer sendo devorados.
Não demora para o tubarão fazer outro ataque e derruba-la da baleia. Então ela acha refugio em uma formação de pedras que está um pouco descoberta e tem por companhia uma gaivota que também está machucada. Fica bem visível que o tubarão esta apenas assassinando, nada de matar porque está com fome. Nancy vai então começar a cuidar de seus ferimentos e ficar atenta a mudança da maré, pois ao que parece o seu "amigo" não vai largar do seu pé. Ih rimei.

Um filme muito bom e que me surpreendeu! Ao ver o nome e o pôster não me interessei muito e não parecia um filme que gostaria de ver. Mas acabei me envolvendo bastante durante o filme a ponto de gritar coisas para a personagem ou quando acontecia algo. O filme está cheio de cenas eletrizantes e que fazem você ficar aflita pelo o que vai ocorrer. Foram muitos sustos até o final do filme. Mesmo! Porém algumas coisas foram bem exageradas e irreais, mas acho que é algo comum para esse tipo de filme, pois querem sempre passar mais emoção para quem assiste.

A atuação dos atores foi muito boa, principalmente de Blake Lively que foi quem mais ficou em destaque durante o filme. Foi quase que a única atriz do filme, se não fosse pela sua família, o menino, o cara que a levou na praia, os surfistas e um cara bêbado. Os efeitos especiais foram muito bons também, mas em vários momentos dava para ver que era tudo computadorizado, como por exemplo uns golfinhos que apareceram no filme. Mas mesmo assim foram muito bons. Acho que souberam dosar muito bem tudo no filme de forma a nos cativar. Recomendo que assistam, é muito emocionante!

Nota:
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário